Carta de Boas-Vindas! 

Alfred Volkmer
Vice-Presidente (T-61) 

“A minha satisfação, a minha alegria de estar com Vocês, esse grupo de pessoas dedicado à iniciativa da ITAEx de apoiar o ITA na busca da excelência, é enorme.

De início gostaria de dizer àqueles que talvez ainda estejam apreensivos com o peso do fardo de ser Conselheiro da ITAEx, que verão logo que esse fardo é na verdade uma oportunidade emocionante de uma aventura de vida em plenitude.

Gostaria, também, de pedir aos que hoje se aproximam mais da ITAEx, que não se intimidem e que ocupem cada milímetro do espaço à sua disposição. A ITAEx é ainda muito jovem, uma criança dando seus primeiros passos trôpegos; não teve ainda tempo de criar procedimentos que possam ser considerados preferenciais; a ITAEx precisa da inquietude, da ingenuidade, da originalidade, enfim das experiências vitais de cada um.

Obviamente, existem as atribuições e regulamentos que constam do Estatuto que precisam ser respeitados até por motivos de Conformidade (Compliance) que hoje, nesse mundo de judicialização, se tornou imperativa. Mas essas normas são trilhas que ao serem seguidas tornam a convivência produtiva. O nosso colega Ovídio Barradas (T57) sempre nos lembrava que enquanto a Burrice é escalar, ou seja, ela sempre se soma causando o maior estrago possível, a inteligência é vetorial fazendo com que muitas vezes a resultante de uma série de iniciativas bem intencionadas de cérebros brilhantes seja praticamente nula. Essas normas existem para nos ajudar a de forma ordenada e em conjunto, sonhar alto.

Dos fundadores da ITAEx temos, desde o início da ITAEx, algumas orientações. João Gomez (T61) nos exorta a uma extrema dedicação ao ITA, seus professores e alunos, para que todo o esforço da ITAEx resulte em um entusiasmado empenho no aperfeiçoamento do aprendizado, e nos cobra que esse esforço seja meritocrático, transparente, simples e não burocrático. Ele tem que gerar o brilho nos olhos de todos os participantes.

Musa (T61) tem contribuído com notáveis sugestões visando o futuro. Entre elas gostaria de lembrar da iniciativa EEF que em 2019 resultou em evento, realizado pelo ITA, que terminou sendo um ponto de inflexão de sua história. Musa (T61) tem proposto iniciativas visando a prontidão do ITA para lidar com os desafios do futuro surpreendente que virá. Para mim, uma das orientações mais fundamentais propostas por Musa (T61), é que o crescimento da ITAEx tem que estar ancorado na dedicação dos Iteanos ao ITA, e, portanto, depende e é consequência do crescimento do número de Associados engajados. Essa última orientação é basilar. E, antes que alguém interprete o que vou dizer como falta de compromisso com a parte financeira, digo que tenho total noção que nada adianta, por exemplo, termos um cérebro brilhante em um corpo que não consegue o seu sustento. Mas, se por obra de um feliz acaso, conseguíssemos rapidamente um esquema financeiro que atendesse a todas as necessidades da ITAEx, mas não estivesse ancorado no compromisso dos iteanos com o ITA, teríamos criado um monstro descontrolado à mercê de aventureiros.

Voltando a um ponto um pouco mais acima,

precisamos que os Conselheiros da ITAEx, e principalmente os membros do Conselho Consultivo, sonhem alto, sonhem de forma ousada com o ITA do futuro e, depois, usando de toda força de que dispõem, ajudem a agarrar esse sonho para obriga-lo a de futuro se transformar em realidade presente.

Imagino que nesse momento já haja muitos duvidando da minha sanidade mental. Peço, então, a todos que tomem um pouco de distância do ITA para não ficarem mesmerizados pelos pequenos aborrecimentos causados pelas minúcias do dia-a-dia do ITA; verão, então, que o ITA é uma sucessão de Sonhos Impossíveis tornados realidade.

Senão vejamos: voltemos ao início do século passado, quando o Brasil não tinha nem indústria, nem Usinas produtoras de aço, muito menos algum início de eletrônica, e é proposto o sonho de:

– Um Instituto Tecnológico que se tornou a base da qual surgiu uma indústria aeronáutica entre as melhores do mundo;

-Um Instituto Tecnológico que sempre ofereceu a oportunidade de formação integral de excelência a candidatos, baseada somente em seu potencial, sem nenhuma influência de cor, raça, religião, status social, situação financeira, etc.;

– Um Instituto Tecnológico no qual se pratica a Disciplina Consciente criando uma sociedade iteana com uma forma mais perfeita de relacionamento;

– Um Instituto Tecnológico que tornou possíveis e participa das atividades espaciais do país;

– Um Instituto Tecnológico do qual resultou todo um conjunto de empresas que tornou possível o Controle do Espaço Aéreo e a produção de satélites;

E, por aí vai.

Antes de terminar gostaria de falar de uma Associação, a AEITA, que é nossa irmã e que, inclusive, abrigou a ITAEx nos seus primeiros momentos de vida. Temos com a AEITA um relacionamento muito próximo que muito favorece ambas as Associações e que pretendemos cada vez mais sólido.

Ao terminar, convido todos a se deixar arrebatar por essa aventura que é transformar o sonho do futuro do ITA em presente.

Um grande abraço,

Volkmer”

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn