Por onde andam…

Roberto Thiele T87

 

Aqui vai mais uma “Saudação Iteana”, mas dessa vez…não é da nossa Equipe de Comunicação e sim de um antigo colega de estimado valor para esta Associação: Roberto Thiele – T87, que aos 54 anos é Empreendedor Brasileiro, Fundador da VERDE (empresa que iremos apresentar logo mais), Iteano de carteirinha e amante das Associações que apoiam o ITA.

Por onde andou?

Engenheiro de Aeronáutica formado pelo ITA, Thiele iniciou sua trajetória profissional no Citibank, que lhe proporcionou grande desenvolvimento gerencial complementar a sua formação acadêmica. Depois de uma passagem pela MESBLA AVIAÇÃO atuando na venda de Jatos Executivos, na qual teve a oportunidade de conhecer diversas personalidades importantes, ele ingressou de cabeça no ramo das telecomunicações por meio do Grupo Sharp, mas foi “metendo o gagá” que ele descobriu sua grande paixão por montar empresas.

“Eu gosto de comparar um empreendimento com o ato de ir à guerra, pois você se dispõe a ir para matar ou para morrer... para conquistar algo! A empresa é a mesma coisa, você monta para atingir os seus objetivos e o mais tradicional costuma ser o lucro [...] e se você não está nem no lucro nem no prejuízo, virou um hobby”. Roberto Thiele – T87

Lá pelo ano de 1994 Roberto “descobriu a internet” e em parceria com outro Iteano, Antônio Mesquita T61 (Bolinha) – empresário do ramo da informática, decidiram montar então um provedor de internet, o Freenet (1º provedor gratuito de internet do Brasil). Passados 25 anos, com dezenas de empresas montadas, mais de 15 provedores de serviço de rede e cargos executivos ocupados em diversas empresas, Roberto Thiele não quer e nem consegue parar – ímpeto de seu espírito empreendedor? Descobriremos…

O “Fabricante de Empresas” e a ITAEx

Assistindo a uma palestra do veterano João Gomez T61 e entendendo a forte necessidade de retribuir para o ITA tudo o que foi conquistado, Thiele teve a oportunidade de conhecer melhor os fundadores da ITAEx (Hexavirato) e contribuir na sua concepção, por meio de seu trabalho e experiência de vida com o auxílio de atividades que passariam a dar forma e estrutura para aquela iniciativa, como agregar pessoas e empresas facilitadoras de processos.

Sua admiração e respeito por esta instituição, por aqueles que deram vida e propósito a causa da ITAEx foram expressas de maneira entusiasmada pela frase

“Eu ajudei um pouco a conceber a ITAEx, principalmente no que diz respeito ao formato. Ah... mas o João Gomez é sensacional, com sua vivacidade e gratidão por tudo o que conquistou graças ao ITA” Roberto Thiele – T87.

O gigantesco mundo de IoT e a fundação da VERDE

O mercado digital disponibiliza hoje diversos produtos e serviços, mas a atenção de Roberto Thiele se focou em IoT – Internet of Things (Internet das Coisas). Universo que possui muitas verticais, pois todos querem conectar tudo na rede e para que isso aconteça é preciso disponibilizar uma infraestrutura que seja eficiente e acessível aos segmentos. Escolher uma determinada área e focar, contudo, com as limitações, os riscos, e o Iteano pontuou “Faz parte do empreendedor ter medo, eu senti medo […] tenho cicatrizes como empreendedor brasileiro. Assim como o combatente nas batalhas”.

WhatsApp Image 2020-06-03 at 14.27.10

A procura por um segmento mais estável no Brasil e olha o “gagá” de novo, levaram a escolha do Agronegócio. Com dados coletados em 2017, foi constatado que cerca de 20 milhões de pessoas e quase 30% do PIB Brasileiro não contavam com a estrutura básica de comunicação, acesso à informação e a nova economia, que era disponível em menos de 1% do território nacional. Além disso a migração do campo para a cidade que acontece globalmente, gera um aumento no consumo de alimentos comprados e a diminuição de produção por pequenos produtores rurais, ampliando a necessidade de uma produção eficiente.

Nascem assim os primeiros conceitos da VERDE, que tinha como primeiro objetivo levar a internet móvel para mais lugares do País de forma complementar às operadoras, “conduzindo-a para fora dos centros urbanos, em lugares distantes… onde quase ninguém vai […] para apoiar a produção de alimentos, o produtor rural, conectar máquinas agrícolas, fazendo o IoT para a agricultura de precisão”. Roberto Thiele.

A VERDE possui ainda uma “carta na manga” e vem mostrar para o Brasil e para o mundo como ser uma empresa completa, que visa também o lucro, mas principalmente o desenvolvimento econômico, social e ambiental como um todo.

Thiele fala sobre o triplo “Bottom Line”:

People

*Sendo o primeiro referente ao Desenvolvimento Social que a partir de uma estrutura voltada aos produtores, trará desdobramentos e inclusão da população rural nas novas formas de Comunicação e acesso a melhores condições de Educação e Saúde.

Planet

* O segundo é o pilar do Desenvolvimento Ambiental em que a rede proporcionará também melhorias no que se refere a pesquisas de fauna e flora, bem como, preservação de áreas ambientais a partir de monitoramentos em tempo real (envolvendo alertas, suporte e acionamento de autoridades).

Profits

* O terceiro e não menos importante é o Lucro, que tem importante papel para assegurar a perenidade da empresa e de todos os empreendimentos impactados pela melhoria.

A VERDE busca assim “Fazer do país um Ciclo Virtuoso”. Roberto Thiele – T87
E ele quer você Iteano junto nesse desafio!
Até o momento a equipe conta com 10 Iteanos de diversas turmas.
Contato: roberto@thiele.com
transferir

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Como você avaliaria esta página?

Clique nas estrelas

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?